Abstenção: Eleitores cearenses não querem votar em deputados

23/09/2014 09:24

COLUNA

 A ameaça de uma grande abstenção está literalmente no ar e o fantasma dos votos brancos e nulos deixou de ser uma expectativa para se montar como uma perspectiva real. Mais de trinta mil eleitores deixaram de se recadastrar no registro biométrico feito pela justiça eleitoral há bem pouco tempo.

 
 
Por Oliveira Domingos

 

Eleitores cearenses não querem votar em deputados

 

Existe um verdadeiro “frisson” nas coordenações de deputados de todo o estado depois dos dados revelados pela pesquisa OPOVO/Datafolha sobre o número de eleitores que não querem ir as urnas em cinco de outubro para votar em deputado federal, algo em torno de 62%,  e deputado estadual, aí a situação é mais complicada pois 64% do eleitorado não quer nem ouvir falar no assunto. Esses dados chegam a assustar pois, dessa forma, o chamado coeficiente eleitoral não será atingido e toda a luta da campanha será em vão. A ameaça de uma grande abstenção está literalmente no ar e o fantasma dos votos brancos e nulos deixou de ser uma expectativa para se montar como uma perspectiva real.

No caso das zonas eleitorais de Sobral, a 24ª e a 121ª, que compreendem os municípios de Sobral, Forquilha e Alcântaras fala-se que mais de trinta mil eleitores deixaram de se recadastrar no registro biométrico feito pela justiça eleitoral há bem pouco tempo. Isso representa quase os votos que um deputado estadual precisa para se eleger. Um exemplo dessa “ajuda” que estes votos poderiam representar é o seguinte:  Se porventura toda esta votação se destinasse a um candidato de um partido nanico suas chances de eleição subiriam consideravelmente. “Quem não queria trinta mil votos assim de graça”, disse um dos apoiadores do “gatinho”. Esse número expressivo de eleitores que não irão às urnas farão falta mesmo nos candidatos chamados “graúdos”, “pois voto não enpanzina”, disse um eleitor do engenheiro.

O site oliveiradomingos.com foi às ruas para saber de verdade o que está acontecendo com o eleitorado sobralense e são muitos os fatores que contribuem para essa falta de “ânimo” de quem não quer de maneira alguma votar. Uma constatação, o eleitorado do centro da cidade vai sim às urnas. Ele acha que é interessante votar. “Eu vou sim às urnas, apesar dos políticos não estarem merecendo, vou sim exercer o meu direito de cidadania”,  frisou um eleitor da Domingos Olímpio. Já outro da Praça do São Francisco fala que votará sim para deputado “pois Sobral vai precisar de um bom representante em Brasília”. Instado a falar sobre o tema eleitores que se concentram na Floriano Peixoto e Viriato de Medeiros se mostraram otimistas ante a possibilidade. “ Vamos sim”, atestaram.

 

VILA UNIÃO – quando o assunto passa para a periferia, aí o buraco é mais embaixo e a pesquisa acerta em cheio. “Eu? Sair da minha casa para votar nesse bando de ladrão?”, disse um popular na Vila União. Bem pertinho nos Terrenos Novos é a mesma coisa, o sentimento de frustação e decepção com a classe política é uma realidade.

PANTANAL – indo para a região do Pantanal, Bairro Dom José e Sumaré não é muito difícil se encontrar pessoas que quando se toca no assunto vão logo dizendo que não vão votar, pois a classe política hoje é composta de homens desonestos que falam um discurso bonito agora e logo depois dão as costas para o povo.

ASFALTO – já para as bandas do Parque Silvana II, Alto da Brasília, Expectativa populares atestam que os pedidos feitos aos “homens” nunca chegaram e que só agora em tempo de política é que as coisas estão acontecendo. “Estão botando asfalto pra enganar a gente mais vou votar não senhor, melhor ficar em casa com os meninos”. Esse é o sentimento dos bairros.

 

DIZEM POR AÍ QUÊ...

 

... o candidato a deputado estadual Oman Carneiro voltou a ter problemas com a dona “justa”.

... mais conforme os advogados Lintor Torquato e Tiago Donato pode continuar a luta para deputança estadual.

... Aristides na Meruoca, Érica Frota no Coreaú e Antonio José no Massapê tem de “ensebar as canelas” senão vão amargar decepção em seus municípios.

... em Meruoca a presença de João Coutinho pode mudar com a história. O deputado Sérgio Aguiar fez pesquisa e Eunício estava ganhando.

... no Coreaú o ex-prefeito Roner mesmo tendo feito uma gestão desastrosa anda pedindo votos para o “jacaré”.

... os insatisfeitos contra as “grosserias” do chefe de gabinete Chico Antonio estão se bandeando para o tatu.

... no caso de Massapê, populares reclamam da gestão de Antonio José. O problema dele por lá é o tio Jacques Albuquerque que está do lado da oposição.

... coordenação do “ursão” satisfeita com os resultados da “faculdade” em Sobral principalmente.

... já trabalham com a ideia de vencer Leônidas Cristino em cinco de outubro. Os números estão apontando para isso.

... a coluna de hoje é dedicada ao médico e prefeito de Mucambo Wilebaldo Aguiar o “pombo branco”.

 

 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!