Cresce o número de acidentes envolvendo motocicletas

12/12/2014 12:14

REGIONAL

Acidentes de trânsito envolvendo motocicletas são considerados problema de saúde pública por parte das autoridades, mediante aumento expressivo no número de casos envolvendo esse meio de transporte.

 

Por Pedro Emmy.

 

 

 

 

 

 

 

Sobral

 

Por ter um valor de aquisição inferior a de um carro, o veículo de duas rodas tornou-se mais acessível a maior parte da população, saltando de 705.091 veículos no Ceará em 2010 para 1.113.009 em 2014, segundo o Departamento Estadual de Trânsito (Detran). O aumento de aproximadamente 57% da frota de motos no estado do Ceará acarretou também em um aumento do número de acidentes e óbitos envolvendo motocicletas.

Segundo o Mapa da Violência 2013 – Acidentes de Trânsito e Motocicletas, a taxa de óbito (por 100 mil habitantes) por acidentes de trânsito no Brasil, na categoria moto, é de 7,6, a mais alta dentre todas as categorias. Na atualidade as motocicletas apresentam-se como um fator contribuinte significativo para o aumento da violência no trânsito.

 

Atendimentos 

 

 

A Santa Casa de Misericórdia de Sobral é um dos hospitais de referência da região norte, compreende no atendimento e auxílio de casos de mais de 55 municípios do estado.

No setor de traumatologia, boa parte dos atendimentos advém de casos de acidentes de trânsito. Entre junho e setembro deste ano foram contabilizados 1.785 atendimentos a vítimas graves de acidentes de moto, em média são 15 casos todos os dias, em sua maioria com traumas encefálicos graves ou politraumatismos.

Cidades como Ipueiras tem um número elevado de atendimentos com acidentes de trânsito, sendo a Santa Casa de Sobral o hospital referência para procedimentos que não podem ser feitos na própria cidade. Em novembro, 75% dos casos de acidentes de trânsito envolviam moto.

 

 

 

 

Ação

Os números alarmantes de vítimas de acidentes de trânsito envolvendo moto apontam para a necessidade de uma ação conjunta dos órgãos públicos. Na maioria dos acidentes o condutor do veículo está irregular com sua documentação, ou não possui habilitação. A falta do uso de capacete eleva a possibilidade de um traumatismo grave. Sendo assim, o órgão responsável pela fiscalização e autuação dos veículos no estado, DETRAN-CE, tem intensificado o número de blitzes com o intuito de diminuir a circulação de veículos e condutores irregulares. Em 2013 foram realizadas 3663 blitzes em todo o estado, chegando a identificar 30.464 veículos em estado irregular, em sua maioria motos.

 

Crítica

A regressão dos casos de acidentes de moto torna-se uma tarefa muito difícil pois, a maioria das cidades do interior possuem fiscalização de trânsito ineficaz, ou pior, não possuem, atenuando a “liberdade” de qualquer condutor pegar uma moto ou outro veículo embriagado ou mesmo sem ter o mínimo de conhecimento e responsabilidade para trafegar em vias públicas.

 

O exponencial número de mortes em acidentes com motocicletas é um assunto que preocupa a população e autoridades. O uso irresponsável do veículo atrelado ao consumo de bebidas alcóolicas é o principal fator para o crescimento dessa mortalidade. Sendo assim, essa tendência de um contínuo crescimento destes indicadores é uma preocupação que necessita de medidas mais enérgicas e eficazes, junto com informação e consciência no trânsito.

 

 

 

 
Fonte das imagens: reprodução da internet

 

 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!