MARINA VAI FECHAR O DRENO DA CORRUPÇÃO NO BRASIL

17/09/2014 19:44

POLÍTICA

 

 

Aparecida, 16 de setembro – Candidata à Presidência pela Coligação
Unidos pelo Brasil, Marina Silva, reafirmou seu compromisso com o
combate à corrupção e apresentou suas propostas para o Brasil durante
debate promovido pela CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do
Brasil). No momento em que o país assiste a escândalo envolvendo a
Petrobras, uma das maiores empresas nacionais, a presidenciável foi
enfática ao eleger o combate a corrupção como uma das prioridades de
seu governo. “É fundamental fechar o dreno da corrupção”, frisou.
“Quem vai ganhar as eleições é uma nova postura, principalmente do
cidadão brasileiro, que está disposto a fazer a mudança, que
identifica no nosso projeto a verdadeira mudança para melhorar o país
e dar uma nova governabilidade que não seja com base na distribuição
de pedaços do Estado para que os grupos que praticam a corrupção
possam chamar de seu”.

 Organizado pela TV Aparecida, o debate da CNBB reuniu oito dos 11
presidenciáveis e foi mediado pelo jornalista Rodolpho Gamberini. O
evento contou com a parceria de emissoras de TV e rádio, jornais,
revistas e sites de inspiração católica.

Coerente com a decisão de fazer uma campanha sem ataques e liderar o
debate em torno dos problemas do país, Marina aproveitou a
oportunidade para apresentar seu projeto para o Brasil. “Nós
apresentamos um programa de governo e temos insistido que é
fundamental que todas as candidaturas também apresentem. No nosso,
fizemos questão de tratar do tema da reforma política, não como uma
proposta pronta e acabada, mas como uma proposta que seja capaz de
ajudar a atualizar o processo político no Brasil, que volte a fazer
uma ligação entre representantes e representados. Hoje há um forte
reconhecimento da sociedade de que boa parte das lideranças políticas
não nos representa”, afirmou. “Não é por acaso que as manifestação de
junho do ano passado claramente deram esse sinal. Daí a necessidade de
uma reforma política que seja capaz de colocar no centro do debate a
melhoria da qualidade da política”, concluiu.

Entre as propostas da candidata do PSB estão a promoção da justiça e
da igualdade sociais; o acesso a educação de qualidade em tempo
integral; a sustentabilidade; a destinação de 10% da arrecadação bruta
da União para a área da Saúde; e a universalização do saneamento
básico. “Quem vai ganhar essas eleições não são as estruturas dos
partidos da polarização, PT e PSDB, que acabaram de aqui se
digladiar”, comentou. “Quem vai ganhar essas eleições é o espírito
corajoso, cheio de esperança, dos brasileiros que acreditam na mudança
e estão se dispondo a fazê-la”, disse Marina.

 

 

 

Fonte: Acessoria de campanha da candidata.

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!