Resultado do segundo turno em Sobral pode vir diferente do primeiro

17/10/2014 09:02

COLUNA

 

Tasso vem a Sobral articular a campanha de Aécio. Vereadores juntam-se para garantir a maioria de votos aos candidatos da situação.  Oliveira Domingos fala do cenário político atual em Sobral, o que acontece nos bastidores da política e fala de temas polêmicos como: a insatisfação dos PM's pela atual conjuntura política.

 

 

 

Por Oliveira Domingos.

 

 

 

FORTALECER AÉCIO

 

 

Há um convite sendo endereçado a vários segmentos da política sobralense notadamente, aqueles que se identificam com a oposição para uma reunião hoje em um determinado bufett na avenida do contorno. No evento vai estar presente o senador eleito pelo PSDB Tasso Jereissati, que estará em Sobral com a missão  de organizar uma força tarefa que possa aumentar a votação de Aécio Neves por aqui. De quebra o “galego” vai destacar a necessidade dos sobralenses alinhados com os “jacarés” de trabalharem mais firme a postulação de Eunício Oliveira em pleno terreiro dos FGs. O problema maior de Tasso será “reanimar” os verdes que foram atropelados nos dois últimos dias de campanha, principalmente na periferia. Com a liderança que readquiriu no estado e os bons ventos soprando para a candidatura do “mineirinho” o resultado do segundo turno em Sobral pode aparecer de forma bem diferente do primeiro.

 

 

TROPA DE CHOQUE

 

O governador Cid Gomes está na área, intensificando contatos com os aliados e orientando a base para continuar na dianteira com o seu apadrinhado político, Camilo Santana. A ordem é continuar o corpo a corpo em todas as frentes para manter o bom resultado do primeiro turno. Aliado a isso o chefe do executivo do estado do Ceará participa de eventos em alguns municípios, caso da inauguração da adutora de Alcântaras que será entregue a comunidade de lá no dia de hoje. Os deputados eleitos Leônidas Cristino e Ivo Gomes também estão participando dessa cruzada conversando com aliados e até adversários, “sentindo a base” e arregimentando forças para o novo embate como diz o “engenheiro”. Ao prefeito de Sobral, Veveu Arruda, vai ser destinada a tarefa de pelo menos repetir a votação do primeiro turno. No QG camilista em Sobral se afala em aumentar a votação em mais vinte mil votos.

 

 

UNIÃO DE FORÇAS

 

 

Dezessete dos vinte e um vereadores fizeram questão em ajudar o prefeito José Clodoveu em sua cruzada para dar maioria mais uma vez aos candidatos oficiais. Alguns deles que se alinharam do lado da oposição ou tiveram suas votações colocadas em dúvidas, “voltaram ao ninho” e foram recebidos com tapete vermelho. Em uma churrascaria da cidade, o alcaide sobralense ao lado do deputado Leônidas Cristino fizeram explanações sobre a importância de todos estarem juntos para mais uma vitória. O compromisso foi firmado. “Nós estamos motivados e o nosso povo também”, disse um edil presente na reunião. O peso dos vereadores é grande nos distritos daí a grande força com que pode contar o paço municipal nessa sua tarefa. Veveu está otimista e a ordem é não vacilar para propiciar o crescimento da candidatura do adversário nesse momento tão importante.

 

 

 

 

 

EQUIVOCADO – alguns coordenadores de campanha saíram deste pleito “por cima da carne seca”, caso de Carlos Dias com a campanha vitoriosa de Moses “ursão”, Rubens Lima com Leônidas Cristino. Pelos corredores do beco do cotovelo voltou-se a tocar no nome de Osmar Vasconcelos como um dos responsáveis pela derrota do deputado Teodoro Soares neste pleito. Ah bom!

IMPORTANTE – sobre o assunto o vereador Gilmar Bastos disse a coluna que estava propenso a votar com Teodoro para deputado estadual, mais o parlamentar não lhe deu o devido respeito e encaminhou a “conversa” para seu coordenador, “daí eu ter feito a sugestão pela candidatura de Oman Carneiro” ,frisou. “Eu poderia ter ajudado o professor a se reeleger”, disse.

SIMPLES – quem conviveu com Osmar Vasconcelos na campanha disse que em determinados momentos sua presença atrapalhou o professor pela centralização das decisões. “Isso não é verdade, o Osmar é competente e ajudou muito na organização da campanha, ele é um homem simples”, disse um aliado de Teodoro. Essa dúvida vai continuar no ar. O certo é que o trabalho pela segunda vez não deu certo.

 

DIZEM POR AÍ QUÊ...

 

... faltou o “santos olhos” pra negrada verde em Sobral. Zé Vital teria recebido uma “merrequinha” pra tocar a campanha, mas não abriu.

... a oposição de Sobral continua como antes: desunida e desarticulada e sem uma definição comum do que pretende fazer.

... a história das torres de telefones para os distritos parece que era mesmo balão de ensaio. Que o digam os moradores de Taperuaba.

... vereador Fredim continua comemorando a votação obtida no distrito de Jaibaras contra seus dois principais oponentes Kaká Linhares e Carlos do Calisto.

... o Guarany de Sobral continua uma verdadeira zona. Fala-se em um buraco de R$ 400 mil reais.

... a revolta dos militares contra as ofensas proferidas ao capitão Wagner já chegaram ao batalhão de Sobral. Tem muito PM invocado com a situação.

... Arturzinho barra limpa saiu da campanha no primeiro turno de Groairas como o grande vitorioso de lá. Está que é uma felicidade só.

... prefeito de Mucambo Wilebaldo Aguiar se disse satisfeito com a votação de Anibal e Zezinho Albuquerque por lá.

... no Graça a pergunta é uma só: Augusta será candidata a prefeita em dois mil e dezesseis ou não? Prefeita Heraldice que bote as barbas de molho. Vai ser uma briga boa.

... a coluna de hoje é dedicada ao advogado Renato Melo aniversariante da semana.

 

 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!